Conectado por

DJ90

Nacional

Brasil só perde para os EUA em número de mortes por Covid-19 em 24 horas

Publicado por

em

Em um mês, as mortes causadas pelo coronavírus aumentaram 1.137% no Brasil, indo de 800, no último 8 de abril, a 9.897 nesta sexta-feira (8), número que é quase 12 vezes maior. Além disso, o país registrou recorde de mortes notificadas em 24 horas, com 751 entre essa quinta-feira (7) e esta sexta-feira.

Com isso, o Brasil só não perdeu para os Estados Unidos – onde 1.900 mortes foram confirmadas nas últimas 24 horas – no número de óbitos causados pela Covid-19 no mesmo período.

Dados são do boletim do Ministério da Saúde e do balanço divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o relatório diário no Brasil, a letalidade da doença é de 6,8%.

Os casos confirmados da Covid-19 no país seguiram um caminho parecido e cresceram cerca de 914% no mesmo período, pulando de 15,9 mil no mês passado para 145.328 neste, o que representa salto de quase dez vezes nos registros.

Em Minas, o aumento foi de 379,3% no número de casos no último mês e de 692,8% na quantidade de óbitos no mesmo período.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG), infecções pularam de 614, em 8 de abril, para 2.943, nesta sexta-feira, enquanto mortes chegaram a 111, ante 14 registradas naquele dia.

Nesta sexta, foram reportadas mais 10.222 infecções. Na última quarta-feira (6), Brasil havia registrado recorde simultâneo no número de mortes e casos confirmados em 24 horas, quando houve acréscimo de 10,5 mil e 615 nos números, respectivamente.

Para comparação, há um mês, o número de novos casos confirmados de coronavírus no país foi de 2.200 e 133 novas mortes.

Fonte: O tempo