Conectado por



Nacional

Bolsonaro diz ter sido convidado para ida a Israel por primeiro-ministro Netanyahu


Compartilhe:

Publicado por

em

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), relatou na sexta-feira, 8, ter recebido uma carta de Netanyahu com um convite para visitar o país. O movimento ocorre em um momento de crise diplomática entre os governos brasileiro e israelense.

Para isso, Bolsonaro irá pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização para viajar a Israel, para se encontrar com o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu. O passaporte do ex-presidente foi apreendido por determinação do ministro Alexandre de Moraes.

“Recebi há pouco uma carta do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que por acaso é capitão do Exército também, me convidando para visitar o seu país para que eu vá naquela região do conflito. Ou melhor, do massacre, da covardia, a região do terrorismo praticado pelo Hamas contra Israel”, discursou Bolsonaro, durante evento em Salvador.

O passaporte do ex-presidente foi apreendido em fevereiro, na Operação Tempus Veritatis, que investiga uma suposta tentativa de golpe de Estado.

No mês passado, a defesa de Bolsonaro já solicitado a Moraes a devolução do passaporte, alegando que não foi apresentado nenhum “risco de fuga”. Os pediram que a proibição de deixar o país fosse substituída pela obrigação de pedir autorização um para afastamento maior do que sete dias. Esse pedido ainda não foi solicitado.

Fonte: Exame

Publicidade

Mais notícias

Compartilhe: