Conectado por



Nacional

BB dá carência de até seis meses para crédito corporativo a empresas atingidas por chuvas no RS


Compartilhe:

Publicado por

em

O Banco do Brasil (BB) anunciou uma série de medidas de apoio a pessoas e empresas atingidas pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Entre elas, flexibilização em crédito, operações de agronegócios e seguros.

Haverá renegociação de dívidas com taxas diferenciadas, com até 180 dias de carência e 120 meses para pagamento. As empresas dos municípios gaúchos atingidos também contarão com linhas de repactuação, com prazos de 30, 36 ou 48 meses, nas operações convencionais, ou até 72 meses, para as contratações via Pronampe.

Já as operações de financiamento imobiliário e empréstimo com garantia de imóvel poderão ter até quatro parcelas de capital e encargos básicos repactuadas e transferidas para o final do cronograma.

Os clientes PF terão carência de até seis meses para pagamento da primeira parcela na contratação do BB Crédito Consignado ou do BB Crédito Salário. As micro e pequenas empresas atingidas terão acesso a crédito com linhas governamentais e próprias, além de condições diferenciadas.

Os produtores rurais dos municípios afetados também terão as operações prorrogadas, de acordo com a necessidade e manutenção dos encargos originais, havendo medidas simplificadoras, focadas principalmente nos financiamentos da agricultura familiar, que dispensam até mesmo a apresentação de laudos individuais. Além disso, haverá uma esteira diferenciada para o acionamento dos seguros/Proagro.

Ainda na área de seguridade, a assistências de sinistros foi reforçada e priorizada. Nos seguros Residencial e Empresarial, foram ampliados os valores dos serviços de limpeza, cobertura de telhados e desentupimento previstos nas apólices. A BB Seguros também enviou reguladores e peritos para as regiões atingidas, com possibilidade de realizar a vistoria presencial ou de forma remota.

O Banco do Brasil também estornará a tarifa de emissão de segunda via dos cartões e dará tratamento diferenciado para encargos e saldo devedor dos clientes das regiões afetadas.

O banco também doará R$ 400 mil para as vítimas da tragédia, via Fundação BB.

Veja também

Chuvas no Rio Grande do Sul

O estado do Rio Grande do Sul (RS) vem sendo afetado por fortes chuvas desde a semana passada, e a catástrofe ambiental já afetou mais de 780,7 mil pessoas. 

Até o momento, 75 pessoas morreram, de acordo com o último boletim da Defesa Civil, divulgado às 12h deste domingo, 5. Outros seis óbitos ainda estão em investigação e 155 pessoas ficaram feridas. Há ainda 103 pessoas desaparecidas.

Fonte: Exame

Publicidade

Mais notícias

Compartilhe: