Conectado por

Nacional

B3 tem lucro recorrente de R$ 1,29 bilhão no 3º trimestre

A B3 teve alta no lucro no terceiro trimestre uma vez que a melhora no resultado financeiro compensou o efeito de maiores despesas e de estabilização das receitas.

A operadora de infraestrutura de mercado financeiro informou nesta quinta-feira que seu lucro líquido recorrente de julho a setembro somou 1,29 bilhão de reais, em linha com estimativas compiladas pela Refinitiv e aumento de 13% sobre um ano antes.

 Aproveite a nova temporada de balanços para investir! Baixe o e-book gratuito “Indicadores de valor: como ler o balanço de uma empresa”

Mesmo com a desaceleração do mercado acionário na base sequencial, dado o cenário de aumento de inflação e juros no Brasil, o que também tirou de cena várias ofertas iniciais de ações (IPOs) planejadas, o faturamento da companhia ficou praticamente estável.

A receita líquida caiu 1,5% ano a ano, para 2,25 bilhões de reais. Na outra ponta, as despesas somaram 706,8 milhões de reais, aumento de 9%, com maior pressão nas linhas de processamento de dados e gastos com pessoal.

Em contrapartida, o efeito do ciclo de alta da Selic para tentar conter a inflação turbinou os resultados da carteira de títulos da B3, com o resultado financeiro passando de 26,4 milhões de reais negativos um ano antes para um saldo positivo de 20,5 milhões de reais.

Em busca de diversificar suas receitas, a B3 anunciou no fim de setembro a compra de 100% da empresa de big data e inteligência artificial Neoway, por 1,8 bilhão de reais.

O futuro do varejo é 100% digital? Entenda assinando a EXAME por menos de R$ 11/mês.

Fonte: Exame

Mais notícias