Conectado por

Geral

78% das vítimas de arma de fogo são negras, diz estudo

Na véspera da celebração do Dia da Consciência Negra, o Instituto Sou da Paz divulgou um estudo com números alarmantes. Intitulado “Violência armada e racismo: o papel da arma de fogo na desigualdade racial”, o levantamento aponta que pessoas negras morreram três vezes mais vitimas de armas de fogo em 2019 do que de outras raças. Elas representam 78% das vítimas fatais por agressão com arma de fogo.

A análise, feita a partir de dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, reunidos entre 2012 e 2019, mostra que a taxa de mortes por homicídio de jovens negros é 6,5 vezes maior do que os índice nacional.

Em relação a o perfil das vítimas, o Instituto Sou da Paz concluiu que alguns grupos têm sido mais vitimados do que outros. Em 2019, os homens negros representaram 75% das vítimas de arma de fogo no país, contra 19% de homens não negros, enquanto as mulheres negras somaram 4% das vítimas, contra 2% daqueles de outras raças. Adolescentes e jovens entre 15 e 29 anos somaram 61% entre as vítimas negras, enquanto esse grupo respondeu por 51% dos óbitos na população não negra.

Considerando que a escolaridade é fator de risco para homicídios, 65% das vítimas adolescentes negras de 15 a 19 anos e 52% das não negras tinham até sete anos de escolaridade. Já entre as vítimas jovens entre 20 e 29 anos negras, 59% tinham até sete anos de escolaridade, enquanto entre as não negras essa proporção era de 45%.

Geral Rio de Janeiro 19/11/2021 – 18:11 Vitória Elizabeth / GT Passos Tatiana Alves – Repórter da Rádio Nacional Violência arma de fogo sexta-feira, 19 Novembro, 2021 – 18:11 2:29

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias